Deixe um comentário

Ministérios Ativos Revolução da Colher RJ

Os ministérios da Revolução da Colher aqui no Rio de Janeiro estarão online nas páginas douradas: http://www.thegoldenpages.info/ a partir do final da semana do dia 04/06/12


E para quem anida não possui o passaporte pode adquirir nos restaurantes ministérios da RDC. ou pelos Correios, enviando um e-mail para nos (revolucaodacolherriodejaneiro@gmail.com)
Para encontrar os ministérios na pág. basta clicar em restaurantes e buscar por opções de país e cidade! =)

Caso não tenha o passaporte de luxo da revolução você pode baixar e imprimr seu passaporte http://spoonrevolution.com/passport_form.php e assim também ganhar descontos em lojas e restaurantes ministérios da Revolução da Colher RJ!
Segue alguns de nosso ministérios que estão dando 10% em seus restaurantes para quem possui o passaporte da Revolução da Colher!

Pensão Vegetariana
Imagem

Caso você ou sua empresa queria fazer parte sendo um ministro ou ministério da Revolução da Colher, basta entrar em contato conosco pelo e-mail ministeriosrevolucaodacolher@gmail.com ou pelo
Telefone: (21) 8096-1487 – Alessandro e agendaremos uma visita para o seu estabelecimento.

Boutique Natural  – Amigo da Revolução da Colher
(Contém produtos de origem animal)


Beterrabas 2 – Amigo da Revolução da Colher
(Contém produtos de origem animal) 

Rio Vegetariano
Imagem


Imagem

Bio Carioca
Imagem
Bardana’s Equilíbrio Natural
Imagem
Reino Vegetal
Imagem

A Revolução da Colher, um projeto ativista que propõe o amor universal. Um dos tópicos mais importantes é a promoção do Vegetarianismo, fazer com que o homem perceba a crueldade que existe no hábito de consumir carne.
Outros pontos importantes abordados pela Revolução da Colher são: ecologia, consumo consciente de recursos naturais (água, petróleo, energia elétrica), consumismo, globalização e monopólio.

Você pode ajudar muito a Revolução da Colher:
– como voluntário, participando das atividades, passeatas, mantendo as webs, colaborando na parte gráfica;
– sendo um artista consciente, criando músicas que elevem a consciêcia do homem e se apresentando na Sexta OK, por exemplo;
– elaborando e apresentando palestras e seminários sobre temas relacionados com a proposta do projeto;
– convidando a Revolução da Colher para participar de algum evento, feira, festa ou encontro;
– ajudando na divulgação da Revolução da Colher e suas atividades;

*Caso tenham alguma dúvida entrem em contato pelo e-mail ministeriosrevolucaodacolher@gmail.com
a e/ou para maiores informações:
revolucaodacolherriodejaneiro@gmail.com
Alessandro: (21) 8096-1487
Comando RJ – Revolução da Colher
*E-mail: revolucaodacolherriodejaneiro@gmail.com
Blog: https://revolucaodacolherriodejaneiro.wordpress.com/
Site: www.revolucaodacolher.org

“Um vegetariano salva vidas todos os dias.” ❤

Anúncios
Deixe um comentário

Documentário Mudando o Mundo

Conheça os nossos materiais!

Imagem

Com Ulrich Harlan (Srila B.A. Paramadvaiti Swami) – FUNDADOR DA REVOLUÇÃO DA COLHER INTERNACIONAL

Quais são os verdadeiros motivos para a pobreza em várias partes do mundo? Quais são os contratos internacionais firmados em nome do desenvolvimento que ignoram o direito à vida? Quais os equívocos contados ao longo da história? Vivemos em um neocolonialismo? Saiba as respostas para essas e outras e questões e ainda reflita sobre as responsabilidades individuais diante da crise civilizacional.
Lançamento do documentário em português: Mudando o mundo
Documentário:
Mudando o mundo (Cambiando el Mundo – En tuas manos esta lo cambio), idealizado por B.A. Paramadvati Swami, reflete sobre diversas problemáticas sociais e ambientais e apresenta alternativas para um modo de vida mais sustentável e consciente. O documentário reúne trechos de outras produções e segue uma linha narrativa com intervenções de entrevistas e comentários. Editado em 2010, apresenta informações sobre o contexto social e os mecanismos de poder que propiciaram o aumento dos problemas do planeta.

O documentário é dividido por capítulos que tratam dos seguintes temas:
– Exploração animal e humana;
– Meios de desinformação;
– Mecanismos de controle;
– Monopólios farmacêuticos;
– Economia Mundial;
– Arte e Artivismo;
– Racismo;
– Pobreza.
Além de debater esses pontos, no final mostra várias iniciativas práticas de ativismo consciente e boicote pacífico, como, por exemplo, feiras de produtos orgânicos , mídias alternativas, produção de produtos que respeitam os animais, fazendas ecológicas entre outras.
Distribuído na Colômbia, Bolívia, Peru, Paraguay, Uruguai e Chile chega agora no Brasil com a versão legendada. Na cidade de Santiago do Chile, o documentário foi tema de uma conferência realizada por B.A. Paramadvati Swami na Universidade das Américas, uma das mais importantes do país.
Foi produzido em Guatemala e México pela Desperta Produções em parceria por diferentes movimentos e redes ativistas da América Latina. São elas:
La Revolucion de La Cuchara (www.larevoluciondelacuchara.org )
Bioferia Bogotá Colômbia
Calzado Rhin Comércio Justo México D.F. ( www.rhin.jimco.com )
Decisión Personal Records México D.F. (www.myspace.com/decisionpersonal )
Materiais:
Vandana Shiva ( www.vandanashiva.org )
Eco Friendly Products Wolle Nyvelt Austria
World Citizens Volunteers

O idealizador:
Ulrich Harlan, 59, nasceu em Osterkappeln, na Alemanha. Criado em uma família de intelectuais e músicos, iniciou estudos filosóficos ainda adolescente quando pesquisava sobre personalidades revolucionárias. Aos 24 aceitou a ordem de renúncia de A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada e passou a viajar pelo mundo, pregando o amor universal, a elevação da consciência e a responsabilidade ecológica. Em 1986 fundou a Missão Vrinda e se tornou conselheiro espiritual de milhares de pessoas em mais de 30 países.
É criador de diversos projetos socioambientais, de caráter não religioso, ativos em diversas partes do mundo, em especial na América Latina.
Os mais importantes são:

– Revolução da Colher: Movimento ecológico difunde o vegetarianismo e as práticas sustentáveis e pacifistas como arma contra a opressão social e econômica. Promove encontros, eventos, livros, revistas, sites. É responsável por uma rede de estabelecimentos conscientes espalhados por vários países. Mais informações: www.originalkingdom.com,www.thegoldenpages.info

– Casa da Sabedoria: Fundação existente em diferentes países do mundo trabalha com formação de voluntários e prática social baseadas nos conhecimentos ancestrais das diversas tradições místicas. É responsável pela aplicação do método de Psicologia Perene, também chamado de Oida Terapia, que se baseia em estudos filosóficos que trabalham a cura pela fé. Mais informações: www.houseofwisdom.org

– Eco Yoga Villages: Rede de Ecovilas espalhadas pelo mundo onde são oferecidos programas de voluntariados. São cerca de 20 fazendas que fornecem vivências sobre culinária vegetariana, agricultura orgânica, construções ecológicas, arte, entre outras. Como membro da associação Eco Village International Network oferece certificados de validade internacional. Mais informações: www.ecoyogavillages.org, www.ecotrulypark.org, www.ecoyogapark.com.ar

– Declaração Latina Americana Consciente em Defesa dos Direitos da Natureza e dos Animais: manifesto ecológico que prevê diversas ações para a preservação da natureza. Esta sendo produzido primeiramente no Equador com o objetivo de se tornar um projeto de lei nacional.
Bancos de Sementes: organiza redes para a conservação de sementes orgânicas em parceria com Vandana Shiva e Ati Quigua, líder indígena.
Bioconstrução: estimula a arquitetura ecológica nas ecovilas e lugares urbanos.
Biofeiras: promove feiras de produtos orgânicos na Colômbia e outros países da América Latina.
Escola Harmonia de Arte Consciente: a favor da arte como ferramenta de conscientização, promove esse movimento que tem influenciado artistas desde os anos 70, como George Harisson, até os dias atuais, vide portfólio de Bruno Kurru www.brunokurru.com e http://www.converseallstar.com.br/blog/converse/bruno-kurru-arte-para-a-alma/

Promove ainda diversos programas de conscientização na Índia, entre eles:

– Movimento de proteção dos rios sagrados da Índia: campanha contra construções sobre os rios que derivam dos Ganges um local de peregrinação de muitos yogis, devotos e místicos das diferentes tradições espirituais.
– Limpeza dos lugares sagrados da Índia: Helping Hands é uma ação de conscientização da população indiana sobre práticas ecológicas.

No Brasil é fundador do Centro Cultural Vrinda onde são realizados diversos eventos ecológicos em parceria com a Revolução da Colher de São Paulo. Com forte compromisso ecológico o Vrinda é responsável pela inauguração de inúmeros restaurantes vegetarianos em todo mundo além de promover eventos ecológicos e ecumênicos.
Ulrich Harlan é ainda padrinho da Casa Jaya onde promove conferências sobre ecologia e terapias alternativas.
Também é responsável pela fazenda ecológica de Vrinda Bhumi, localizada na região da Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais.

Entre em contato e adquira já o seu!
revolucaodacolher@gmail.com
Alessandro: 8096-1487
Comando RJ – Revolução da Colher

Deixe um comentário

Rio + 20 – 2012

Uma revolução ao alcance das mãos

 
Reportagem publicada na Ecoagência Solidária de Notícias Ambientais, sobre a Revolução da Colher na Cúpula dos Povos:

‘A Revolução da Colher defende o vegetarianismo como alternativa para proteger a vida e a saúde do planeta’

 

 
‘Uma revolução acessível a qualquer pessoa capaz salvar milhares de vidas e reduzir os impactos ambientais. A Revolução da Colher foi uma das manifestações que integraram a Caminhada do Dia de Mobilização Global da Cúpula dos Povos, nesta quarta-feira, dia 20, no Rio de Janeiro. A Revolução da Colher é uma proposta dos membros do Pacto Mundial Consciente (http://pactomundialconsciente.org) que defendem o fim do consumo de animais através de performances de teatro e da distribuição de material informativo.
O líder do Pacto Mundial Consciente, Srila B.A. Paramadvaiti Swami, explica a relação entre a revolução e a caminhada: “a Revolução da Colher representa o amor de coração a coração e a Cúpula dos Povos é colocar coração com coração rumo a solidariedade”. Para Paramadvaiti as manifestações são importantes para trazer a violência e a crueldade à plena vista, já que o assunto é ignorado totalmente pela  grande mídia. “As indústrias de tortura animal são iguais a campos de concentração, geram muito dinheiro para poucas pessoas. A Terra mesmo não aguenta mais”, afirma o guru.

A criação de animais é responsável por cerca de 20% da emissão mundial de gases tóxicos que intensificam o aquecimento global, de acordo com pesquisas da Organização das Nações Unidas. Além da liberação de grande quantidade de metano, fazem parte do bife o desmatamento para a criação de pastos, o uso abusivo de água para consumo dos animais e para a lavagem da carne e a necessidade de boa parte da produção de grãos, estes em geral transgênicos.

A produção de carne torna-se desta forma mais poluente do que a queima de combustíveis fósseis. Paramadvaiti aponta a dificuldade de se mudar esta realidade: “O governo são as empresas que lucram do mal, devemos boicotar sem violência, porque a violência não é a solução”.

Exploração animal – Em relação ao silêncio que existe sobre a exploração animal, Paramadvaiti explica que isso se deve ao medo que as pessoas que lucram com a exploração têm da informação. Assim, a maioria da população segue acrítica, consumindo passiva, indiferente – ponto para o sistema.

Seguiria acrítica porque hoje não se depende apenas da grande mídia para se estar informado. “A informação é poder, ela dá liberdade” defende Narayani, uma jovem uruguaia que também estava na caminhada e é ativista da Revolução da Colher. Para Narayani, com a disseminação de informações, as pessoas estão percebendo todos os impactos negativos do consumo de animais. “A natureza está reagindo, estamos sendo testemunhas de tudo. As pessoas sensíveis e críticas estão indo atrás de informação”. Ela, categórica, parafraseia o guru: ” A revolução começa tirando o poder daqueles que se aproveitam da ignorância”.

Narayani acredita na efetividade da Revolução da Colher já que “todos querem algum tipo de revolução, algum tipo de mudança”. Para ela basta analisar a problemática ambiental, social e econômica para se perceber “que o vegetarianismo é uma solução persistente para se conseguir depois resultados exteriores, criando um cimento sólido para uma mudança real de consciência”.’
 

Ecoagência Solidária de Notícias Ambientais

Deixe um comentário

Mobilização Geral Rio + 20

Mobilização Geral Rio + 20

Revolução da Colher